Julgamento de 22 Processos Administrativos Fiscalizatórios

A 18a Gestão do CRB11 está organizando um mutirão para agilizar o julgamento emergencial de 22 processos administrativos fiscalizatórios a partir das ações de Fiscalização executadas em 2017 pela Bibliotecária Chefe de Fiscalização Mara Rubia Borges.




De iniciativa do Presidente Jean Racene e da Coordenadora da Comissão de Fiscalização Leina Medeiros foi montada uma força tarefa com os conselheiros para tramitar emergencialmente 22 processos fiscalizatórios que estavam parados.

A ação visa dar celeridade e impulsionar o funcionamento das atividades fiscalizatórias, visto que esta é a principal função do CRB11.

"Nesse sentido, será realizado um mutirão no qual a plenária deverá julgar esses processos ainda no primeiro trimestre de 2019", destacou o Presidente.

Além dos Processos Fiscalizatórios, a Comissão de Ética foi reestruturada recentemente e agora passa a ser Coordenada pelo Conselheiro Washington Sousa e pelas Conselheiras Andréa Oliveira (membro) e Regilene Alves (membro).

De acordo com o Conselheiro Washington a Comissão de Ética está se organizando para tramitar e julgar 12 processos ao longo de 2019. "É uma meta ousada, visto que nunca houve nenhum julgamento dessa natureza no CRB11. Além disso o novo Código de Ética e Deontologia do Bibliotecário Brasileiro veio para orientar com mais clareza qual a conduta que o profissional precisa seguir", disse



#bibliotecários #biblioteconomia #CRB11 #crb11transparente #julgamentos#fiscalização #éticaprofissional #unificarparaavançar